• Sandrox

"Qual das cores é menos escura, o azul-marinho ou o azul-celeste? O azul-celeste, respondem. Então: qual dos dois é mais azul? E aí ninguém diz qual é o mais azul, porque na verdade ambos são". (Ronaldo Sales)

A pele mais clara traz privilégios para a pessoa afrodescendente, isso é um fato. Inclusive, muitas se perdem no "colorismo" e se reconhecem como brancas, num país de mestiços. Mestiçagem que é fruto da brutalidade do colonizador. Mas atenção, pois, a mão do racismo em algum momento sempre alcança quem tem em seu sangue uma gota de ancestralidade africana ou indígena.


Quando me chamam de pardo, ou moreno, ou "afrobege", ou moreno claro, etc...sinto que o plano de embranquecimento histórico da sociedade brasileira venceu.

Penso que como eu me reconheço e me declaro de fato deveria bastar. Porém, nesse mundo que querem sempre nos rotular como produtos a serem consumidos pela elite dominante, não basta.

Sinceramente, pouco me importa. Quem sabe de mim sou eu.


Foto por Ana Assunção


#20denovembro #consciencianegra #ancestralidade #identidade #empoderamento #vivazumbi #antiracista #racismo #colorismo #racismoestrutural

6 visualizações0 comentário

O Projeto RAP (Ressocialização, Autonomia e Protagonismo) tem a honra de anunciar que o curta-metragem “Sobrevivendo no Inferno” protagonizado pelo professor Francisco Celso e dirigido por Sandrox, foi selecionado entre as 20 melhores produções fílmicas inéditas pela curadoria da 1ª Mostra On-line de Curtas das Escolas Públicas do Distrito Federal #curtadecasa e está concorrendo na categoria “Servidores da Carreira magistério e da Carreira Assistência” como melhor curta segundo o Júri Popular. VOTE CLICANDO AQUI!

Confira o filme:


22 visualizações0 comentário

O curta-metragem "Sobrevivendo no Inferno", dirigido por Sandrox e escrito e protagonizado pelo professor Francisco Celso da Unidade de Internação de Santa Maria, recebeu o prêmio "The Ring of Peace" da SIFFA Russia (Sochi International Film Festival). O filme pretende apresentar como o isolamento social, provocado pela pandemia do coronavírus em 2020, afetou pessoas em privação de liberdade e como um detento foi salvo pela companhia do RAP do grupo Racionais MC's. Confira o filme! 


"Nunca poderemos agradecer o suficiente pela sensibilidade e inspiração do filme."

-Lockdown Song of Peace Award-

21 visualizações0 comentário